Dicas para Entreter Seus Clientes

Quanto maior a concorrência enfrentada no seu mercado, mais importante é saber impressionar clientes existentes em potencial. Além de oferecer fantásticos serviço e suporte ao seu cliente, você também pode encontrar-se em situações em que você precisa ir além do lugar comum.

Entretenimento de clientes tem sido um método preferido para construir relacionamento positivos, mas muitas vezes é dispendioso. Como você pode entreter sem ficar quebrado? Além disso, o que você faz para se preparar para este grande evento?

Hoje vou compartilhar dicas para entretenimentos de negócios, mas antes de prosseguir, uma coisa é fundamental para o seu sucesso nos negócios:

A Importância de Entreter Seus Clientes

Entreter clientes não é nada novo, tem sido uma estratégia de negócios bem-sucedida por décadas (e provavelmente séculos). O objetivo é levar o cliente a um nível muito mais significativo do que normalmente é desenvolvido através de chamadas telefônicas ou e-mails.

“Você quer estar em um ambiente onde você é capaz de desenvolver um relacionamento mais profundo”, diz Carajane Moore, presidente de uma grande conta de consultoria de vendas. “O objetivo é conhecer melhor o cliente e melhorar sua conexão ele”.

Quando você escolhe o local certo, tudo fica bem. É a diferença entre uma reunião irritante e uma reunião benéfica a longo prazo. A ideia é levar os clientes para um ambiente que normalmente se associam com prazer ou entusiasmo. Esses tipos de ambientes favorecem a construção de relacionamentos.

Mas não se trata de relacionamento. Entreter clientes também têm o duplo benefício de incutir conforto e confiança. Ao encontrar-se com clientes fora do ambiente de trabalho tradicional, você tem a chance de mostrar-lhes quem você realmente é. Eles vão descobrir mais sobre sua família, passatempos, interesses e atividades de carreiras passadas. Isso lhes dá motivos adicionais para confiar em você.

Aqui estão algumas dicas para uma reunião bem-sucedida.

  • Definir um Orçamento

O problema de muitas empresas é que realmente deveriam ter um orçamento para entreter e acompanhar seus clientes, mas geralmente não tem. Antes de começar a criar ideias e fazer planos, anote seu orçamento e mantenha-se o mais próximo possível dele. Em circunstância alguma você deve gastar mais do que atribuiu para este fim. Isso irá mantê-lo dentro de alguns limites.

  • Ter um Plano

É uma má ideia deixar suas escolhas de entretenimento para o impulso do momento. E se alguma atividade escolhida estiver encerrada/fechada, ou um restaurante estiver em reforma? Faça um itinerário flexível e ligue para fazer reservas sempre que possível. Isso também ajuda ao restaurante, o bar e outros locais a saberem que você está recebendo um cliente importante. Sempre fale com o gerente e destaque sua necessidade de um serviço excepcional. Aproveite os relacionamentos que você ou sua empresa já construíram com estes locais.

  • Vestir-se Profissionalmente

Mesmo que você esteja apenas pegando seu cliente no aeroporto e dirigindo-o para o hotel durante a noite, certifique-se de manter uma apresentação profissional e limpa. Você será julgado por sua aparência tanto quanto em sua capacidade de entreter.

Claro, sempre se vista adequadamente para a ocasião. Um jantar informal numa churrascaria é mais relaxado do que um almoço completo em um clube privado.

  • Pesquise os Interesses de Seu Cliente

Com a magia da internet à sua disposição, é fácil fazer um rastro total e conhecer praticamente tudo sobre alguém antes de se encontrar com esta pessoa. Comece com o LinkedIn (onde você tem um perfil, certo?) E verifique as atividades de voluntariado de seus clientes, artigos e outras atividades semiprofissionais. Se eles tiverem um blog, passem um tempo substancial lendo isso.

Eles lideram o conselho de uma galeria de arte? Leve-os para ver uma abertura de algum artista local. Eles gerenciam a fundação anual de golfe? Organize um jogo em um bom curso nas proximidades.

Como muitos dos mais antigos clientes eram aficionados por charuto, normalmente escolhia um restaurante/tabacaria para jantar, bebidas e um charuto. Isso ocasionava um ambiente muito relaxante para eles e promovia uma conversa agradável e a chance de se conectar.

Lembre-se, o propósito é se conectar…

  • Não Fale Negócios a Menos que o Cliente Toque Neste Assunto

Obviamente você tem uma segunda oportunidade para entreter seu cliente. Você quer que ele ou ela assinem o acordo.

Mas pense nisso: você gosta de ser vendido dessa maneira? É como se alguém lhe pedisse para ir ao seu quarto logo depois de terem comprado uma bebida. Você deve construir um relacionamento, e isso leva tempo.

Entretenimento é tudo sobre promover esse relacionamento, não a insistência para fechar um acordo. Conheça seu cliente, deixe-os conhecê-lo, e o acordo chegará em seu próprio tempo.

No entanto, se o seu cliente apresentar um acordo, esteja pronto para discutir isso com experiência e profissionalismo. Não desista de uma oportunidade para fazer o seu “discurso de vendas”.

  • Ouça com Cuidado

Outra coisa que fazemos cada vez menos nesse mundo constantemente barulhento é ouvir atentamente o que as pessoas nos dizem. Pratique a escuta ativa; como escreveu Stephen R. Covey, “procure primeiro entender, para então ser entendido”. É chamado de “escuta empática” e isso mudará radicalmente a maneira de se relacionar com as pessoas.

  • Não Beba Demais

Outro conselho óbvio, mas facilmente esquecido.

Lembre-se de que você está fazendo negócios, não está de férias, não se solte demais. Se você trabalha em um campo onde beber é de costume (e um estudo recente mostrou que beber no local de trabalho está correlacionado com o sucesso), mantenha-se equilibrado, beba lentamente e coma em abundância os alimentos.

Dito isto, não faça seu convidado se sentir desconfortável mantendo-se sóbrio enquanto relaxa com algumas bebidas. Mantenha o ritmo, mas talvez seja melhor ficar uma bebida atrás da dele e sempre seja responsável e mantenha o controle.

  • Mantenha Todos os Recibos

Isso parece um lembrete tolo, mas é muito fácil jogar fora um talão de estacionamento no calor do momento. Muitas despesas divertimento com clientes não são reembolsadas por falta de um recibo.

Aqui está uma dica: limpe um espaço em sua carteira e mantenha todos no mesmo lugar. Mantenha todos os pedacinhos de papel de seu tempo com seu cliente, se isso parece irrelevante agora, você vai descobrir que não é depois, com a contabilidade.

  • Nunca Use Linguagem Ofensiva

Nunca, em qualquer circunstância, use palavrões ou linguagem que possam ser consideradas ofensivas para o seu cliente. A regra geral é sempre ter o mesmo respeito que você teria se estivesse falando com membros de sua família ou entes queridos.

Anthony Oladipo

Fundador da escola E and A Language Services, Anthony Oladipo nasceu em Chicago, Illinois, Estados Unidos da América. Formado em Finanças pela Universidade de Trinity College em Illinois e com mestrado em economia pela Universidade de Yale. Possui mais de 30 anos de experiência empresarial nas áreas de Gestão e Administração no setor de Investimentos Bancários, detendo posições como Assistente Vice-Presidente e Gerente Regional de Vendas para TCF National Bank em Chicago, Illinois. Anteriormente atuou em uma Unidade de Investimento da Trust Trader na Van Kampen/Morgan Stanley, entre várias outras empresas do ramo de investimentos.

You May Also Like

Exibir bot�es
Share On Facebook
Share On Google Plus
Share On Linkedin
Esconder bot�es