Motivação e objetivo no aprendizado de idiomas

Será que isso vai mesmo valer a pena?

Todos já se fizeram essa pergunta. Afinal, aprender um novo idioma é uma empreitada que demanda dedicação e, principalmente, tempo – um recurso valiosíssimo em um mundo cada vez mais complexo. Temos cada vez menos tempo para fazer um numero maior de coisas, e aquelas poucas horas que nos sobram nunca são o suficiente para fazer tudo aquilo que gostaríamos. Então, como encontrar tempo para se dedicar aos estudos em meio à tantas obrigações e compromissos? 

Encontre sua motivação

O primeiro passo é se conscientizar da importância do idioma. Não comece a “estudar por estudar”. Por exemplo, se você trabalha em uma empresa multinacional, procure aprender a língua da empresa. Além de ter mais exposição ao idioma no dia-a-dia, aumentam também suas chances de promoção. É importante encontrar a razão pela qual você estuda – e isso é uma coisa que tem que vir de dentro de você. Não adianta estudar por razões impostas pelos outros. Até que você se convença da importância do que está fazendo, seus estudos não progredirão.

 

Priorize

Sempre encontramos tempo para fazer aquilo que é realmente importante ou aquilo que nos dá prazer.  Então, além de reconhecer a importância do aprendizado, é importante que o estudo não seja algo enfadonho. Uma nova língua é reflexo de uma cultura diferente, que traz consigo uma visão de mundo também diferente. Por exemplo, veja a tradução de um livro ou filme. Por melhor que seja o tradutor, existem sutilezas, piadas e jogos de palavras que são intraduzíveis, pois dependem de referências culturais do idioma de origem que muitas vezes não estão presentes no idioma de destino. Aprender um novo idioma abrirá sua mente e fará com que você veja o mundo de uma maneira diferente. Por isso tudo, vale a pena dedicar 15 minutos por dia, você não acha?

Alice-in-Wonderland-01

Defina metas

“O senhor poderia me dizer, por favor, qual o caminho que devo tomar para sair daqui?”
“Isso depende muito de para onde você quer ir”, respondeu o Gato.
“Não me importo muito para onde”, retrucou Alice.
“Então não importa o caminho que você escolha”, disse o Gato.

Alice no país das maravilhas. Lewis Carroll

Sempre inicie tendo o final em mente. Isso vale para seus estudos ou para qualquer outro objetivo que você tenha, seja ele de curto, médio ou longo prazo. O importante é saber onde você quer chegar. Depois de estabelecer o objetivo, coloque metas, defina datas. Se estiver estudando sozinho, isso lhe ajudará a manter um ritmo adequado. Se estiver em uma escola, ou estudando com um professor particular, as metas ajudarão a medir seu progresso, o que pode ser uma bela ajuda para manter sua motivação em alta.
Mesmo que o objetivo pareça ambicioso – ganhar fluência em um novo idioma – se você dividi-lo em metas de curto prazo, verá que as coisas se tornam mais fáceis. Aja a curto prazo mantendo o objetivo sempre em vista.
A sua atitide é a variável determinante em seu aprendizado. Todos temos facilidade em algumas áreas e dificuldade em outras, mas é sua atitude frente ao desafio que determinará a velocidade e principalmente a qualidade de seu aprendizado.

 

Pablo Caldas

Membro original da equipe E and A Idiomas, é graduado em Comunicação Social e possui MBA Executivo em Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). Atualmente é professor nos cursos de graduação e pós-graduação de Marketing na Universidade Ibirapuera, além de exercer o cargo de coordenador pedagógico na escola de pós-graduação Roberto Miranda Educação Corporativa. Possui mais de 15 anos de experiência tanto na área de marketing quanto de ensino de idiomas. Pablo foi educado, desde de jovem em escolas bilíngues. Hoje é professor de inglês da E and A Idiomas e Conselheiro Especial para o Diretor Executivo em Marketing.

You May Also Like

Exibir bot�es
Share On Facebook
Share On Google Plus
Share On Linkedin
Esconder bot�es